About Me

A minha fotografia
silvaescura
RESPEITO E CARÁCTER
Ver o meu perfil completo

A minha musica


Acerca de mim

A minha foto
Maia, Porto, Portugal
RESPEITO E CARÁCTER

OS MEUS VISITANTES

VISITANTES ON-LIN

Psicologia gratuita na Junta de Freguesia


Um Gabinete de Psicologia já está em funcionamento nas instalações da sede da Junta de Freguesia de Silva Escura. Este serviço está a ser disponibilizado de forma gratuita para atender todas as pessoas mais carenciadas.

O gabinete atende à 2ª e 4ª feira, entre as 14h e as 17h, sem custos para a população, é coordenado pela psicóloga Vera Pinto funciona no edifício da Junta de Freguesia.
José Torres Sousa Dias, presidente da Junta de Freguesia, revelou que procuraram dar respostas na área da psicologia, «que hoje é essencial, para auxiliar as pessoas a ultrapassar problemas psicológicos, próprios da grave crise económico-social que atravessamos provoca a qualquer cidadão», acrescentando que é um serviço que visa «prestar auxílio a todas as pessoas que necessitam de ajuda nos distúrbios emocionais e afectivos, sobretudo as famílias mais carenciadas».
Com o gabinete a funcionar há 2 meses, o autarca referiu que com o percurso já decorrido sente-se «muito satisfeito pelo trabalho que a Psicóloga tem desempenhado, porque notamos que as pessoas que recorrem a este serviço demonstram que tem sido uma mais-valia para a nossa freguesia».
José Torres Sousa Dias confessa que esta iniciativa acarreta um esforço orçamental da parte da autarquia, mas não deixou de sublinhar que «ao abrirmos este gabinete o meu executivo decidiu que seria uma oferta gratuita, porque assumimos o compromisso de prestarmos uma acção de cariz social ao alcance das pessoas, dando respostas às suas preocupações. É assim que trabalhamos, fazendo o verdadeiro serviço público aos cidadãos».
O presidente garante que este gabinete é para continuar, «até porque o fluxo de pessoas a fazer marcações tem aumentado». Os interessados têm-se dirigido à secretaria da Junta marcando a consulta ou contactam via telefone. «Não abdicaremos de sermos um Executivo coeso que não deixará de ajudar quem mais precisa. É esta a nossa despretensiosa forma de estarmos na política local», concluiu José Torres Sousa Dias.
JOANA ISABEL SOARES

Natal no Centro de Dia de Silva Escura



















Um dia especial com afectos

O Centro de Dia de Silva Escura promoveu, no dia 21 de Dezembro, o seu tradicional almoço de Natal, onde contou com a presença do presidente da Junta de Freguesia, José Sousa Dias e a coordenadora deste equipamento gerido pela Santa Casa de Misericórdia da Maia.
Onde não faltou o tradicional bacalhau com as batatas cozidas e os mais diversos doces natalícios, desde rabanadas, aletria, filhoses, bolo-rei, sonhos, entre outras iguarias, e muita alegria e boa disposição este dia foi muito especial para os utentes. A animação esteve também ao rubro no Centro de Dia de Silva Escura, da Misericórdia da Maia, com os idosos a cantarem bem “afinados”, em uníssono temas próprios do Natal.
O presidente da Junta da Freguesia, José Sousa Dias, que se fez acompanhar de todo o executivo, referiu que esta iniciativa «é uma ocasião muito feliz, pois trata-se de um almoço de Natal, onde estão presentes pessoas muito queridas da nossa população», salientando ainda que se «solidarizam-se e comungam com o mesmo espírito próprio de uma ocasião muito bonita para todos os utentes e funcionários do Centro de Dia».
O autarca não deixou também de focar a importância da «partilha e a solidariedade». E que estas iniciativas não devem ser vistas ocasionalmente, mas, devem também ser propostas nos momentos mais sensíveis. Naturalmente, esta é a época mais sensível. Consideramos ser imprescindível transmitir aos idosos que são importantes na comunidade. A importância dos afectos no seio da família e principalmente os afectos dos mais novos com os mais velhos e não só. E os afectos dão uma nova dinâmica aos nossos idosos e fá-los reviver e sentirem-se de grande utilidade».
José Sousa Dias felicitou a coordenadora do Centro de Dia de Silva Escura, pela forma «eloquente e caprichosa» como organizou o almoço, que «esteve irrepreensível e que nos ofereceu um dia especial a todos nós».
Para a coordenadora Montserrat Arbués Pedrola, são estes encontros que «têm vindo a contribuir para partilha, momentos de alegria e proximidade entre todos. Assim esperemos que continuem a acontecer ano após ano». A responsável não deixou de manifestar a sua gratidão pela presença de todo o executivo da Junta de Freguesia.

ANTÓNIO ARMINDO SOARES

Festa dos mais novos









E a magia aconteceu de no salão paroquial, no passado domingo, dia 12, com a realização da Festa de Natal que anualmente lhes tem sido dedicada pela Junta de Freguesia de Silva Escura.

Movida pelos sentimentos próprios desta quadra festiva a Freguesia de Silva Escura tem proporcionado há quase uma década um dia feliz aos mais novos, cerca de 120 crianças numa alargada confraternização de alegria natalícia, presenciada por pais e familiares dos meninos e meninas, fizeram com que o Salão Paroquial registasse uma grande moldura humana.

Durante mais de duas horas, entre muitos gritos e gargalhadas, passaram pelo palco vários momentos de animação proporcionada pelo espectáculo do Circo México. Na plateia, os pais e familiares das crianças, que nesta quadra sentem o espírito de solidariedade e o valor das nossas tradições.

O presidente da Junta de Freguesia, José Sousa Dias, referiu que esta é uma actividade que já vem do primeiro mandato iniciado em 2001 e que o executivo tenciona dar continuidade. «Todas as nossas crianças merecem este gesto solidário, nesta época de Natal, porque é sempre muito importante ver que as crianças se sentem felizes e não há melhor presente do que vermos aqueles rostinhos estampados com imensa alegria e um brilhinho nos olhos ao receberem seus presentinhos». Acrescentou ainda «que se torna cada vez mais a sociedade mostrar mais solidariedade nestes tempos difíceis, por isso para que isso seja assim temos que incutir os valores do humanismo e também para que os laços familiares sejam mais reforçados».

Com os olhitos brilhantes e cheios de curiosidade, já depois do espectáculo, um a um, meninos e meninas, receberam das mãos de José Sousa Dias e da presidente da Assembleia de Freguesia, Clarisse Monteiro, a prenda que lhes estava destinada.

Passeio Sénior percorreu o Minho






















































O percurso foi uma vez mais ao Minho, com passagem por Viana do Castelo, Caminha e término num espaço de restauração, Quinta do Cruzeiro, em Vila Praia de Ancora.
Foram quatro os autocarros que transportaram os Seniores de Silva Escura neste passeio. Com uma breve passagem pela bela cidade de Viana do Castelo, foi ocasião também para admirar a bela paisagem que Caminha oferece.
O convívio teve o seu ponto alto num espaço de restauração, em Vila Praia de Ancora, e que viria a contar com a “estreia” do presidente da Câmara da Maia, numa iniciativa do género realizada pela Junta de Silva Escura.
No uso da palavra, Bragança Fernandes, disse que estar neste convívio «é motivo de muita alegria e de muita simpatia que tenho por vocês. É com muito gosto que cá vim, para ver e sentir este ambiente de convívio e confraternização, num gesto de grande alcance social que a Junta de Freguesia promoveu e que merece ser realçado». O Presidente da Câmara da Maia referiu ainda que estará «sempre disponível» para apoiar as pessoas Seniores. O edil explicou ainda que a não realização do habitual passeio sénior da Câmara deveu-se ao forte investimento nas escolas. “Trata-se de preparar o futuro dos vossos netos, num projecto em que o nosso concelho foi o primeiro ao nível do país». No entanto, Bragança Fernandes deixou a garantia que «para o próximo ano o passeio será retomado».
Esta acção da Junta de Silva Escura contou com a participação de cerca de 200 pessoas, com mais de 60 anos, e deixou o seu presidente muito satisfeito, congratulando-se com a presença de Bragança Fernandes.
«É a primeira vez que temos entre nós o senhor presidente da Câmara Municipal, num passeio sénior realizado pela nossa autarquia, o que registamos com muito agrado e gratidão por ter correspondido ao nosso convite», confessou José Torres Sousa Dias.
O autarca aproveitou a ocasião para apelar ao presidente da Câmara para «ajudar» a freguesia. «Conhecendo como o conheço sei que terá em atenção aquelas obras que mais desejamos ver concretizadas. Até porque sei que gosta muito da nossa terra, e aqui está a prova, a sua presença entre nós».
Para o presidente da Junta este tipo de iniciativas têm também um bom objectivo, «fazer que sirva para, pelo menos por um dia, tirar do isolamento, muitas das pessoas que participam no convívio. Não se trata só de passear, mas sim fazer com que os nossos idosos se sintam bem, tenham qualidade de vida e encontrem aqui ocasião para viverem um dia muito especial». Aponta o cariz solidário e humanizado para com este grupo da nossa população, “que espera afecto de todos nós e o reconhecimento pelo contributo que já deram para o engrandecimento da nossa terra».
A concluir José Torres Sousa Dias, agradeceu também a presença do Pároco de Silva Escura, Padre José Silva e também por «toda a disponibilidade que tem demonstrado».
Por seu lado, Padre José Silva disse que este evento «é um momento alto, de alegria e de todos conversarmos uns com os outros. A família do Padre é o povo de Deus. Por isso, estou em família». Frisou ainda que o culto e a cultura «devem andar de mãos dadas. Este convívio é um bom exemplo: e assim simbolizo o culto e a Junta a cultura».
Para além da presença de todo o executivo da Junta, esteve também a presidente da Assembleia de Freguesia, Clarisse Monteiro.
Durante o convívio a música de baile animou os participantes no passeio e notou-se bem que a “resistência” e frescura física dos Seniores de Silva Escura.